Em defesa da Casa Comum nas vésperas da COP28

Vigília por um planeta amigo da vida
Em defesa da Casa Comum nas vésperas da COP28
Átrio da Igreja de Santa Isabel, em Lisboa, 24 de novembro, a partir das 18h30

Damos voz ao COMUNICADO/APELO do grupo Cuidar da Casa Comum em Santa Isabel, grupo nascido durante a preparação do Sínodo sobre a sinodalidade.

cuidarcasacomum@paroquiadesantaisabel-lisboa.pt

Em colaboração com a Rede Cuidar da Casa Comum – https://casacomum.pt/

Já passaram oito anos desde a publicação da carta encíclica Laudato si’(…). Mas, com o passar do tempo, dou-me conta de que não estamos a reagir de modo satisfatório, pois este mundo que nos acolhe, está a arruinar-se e talvez a aproximar-se de um ponto de ruptura. (LD, 2)

Se temos confiança na capacidade do ser humano transcender os seus pequenos interesses e pensar em grande, não podemos renunciar ao sonho de que a COP28 leve a uma decidida aceleração da transição energética. (LD, 54)

Exortação apostólica Laudate Deum [LD]

O apelo urgente do Papa Francisco inscrito na Laudate Deum, leva o grupo Cuidar da Casa Comum em Santa Isabel a realizar uma vigília de reflexão e ação com o objetivo de reforçar o nosso compromisso na defesa do planeta e da humanidade e de chamar a atenção dos nossos responsáveis políticos para que tenham a coragem de intervir na COP28 pensando “mais no bem comum e no futuro dos seus filhos, do que nos interesses contigentes de algum país ou empresa” (LD, 60).

A vigília terá lugar no terreiro diante da Igreja de Santa Isabel, a partir das 18h30 do dia 24 de novembro e prolongar-se-á por 13 horas, tantas quantos os dias da Conferência do Dubai. Convidamos todos os homens e mulheres de boa vontade que entendem as alterações climáticas como “um problema humano e social em sentido amplo e a diversos níveis” (LD, 58) a participar nesta nossa iniciativa. Gostaríamos de acolher, em especial, aqueles nossos irmãos de todas as religiões e tradições espirituais que transportam a luz que “ilumina relação com os outros e os laços com toda a criação”. (LD 61)

Vamos juntar-nos no dia 24 de novembro, uma semana antes da abertura da reunião dos responsáveis políticos de todo o mundo sobre as alterações climáticas, e teremos espaços para conversar, debater e meditar sobre os caminhos para ultrapassar a crise climática. Teremos também tempos de música, de silêncio e de poesia e lugar para outros gestos coletivos. Para expressar de forma concreta a gravidade da situação que enfrentamos, membros do grupo Cuidar da Casa Comum em Santa Isabel não tomarão qualquer alimento durante toda a vigília.

Compromisso e exigência

Agradecemos o envolvimento desde a primeira hora da Rede Cuidar da Casa Comum e desafiamos outros grupos, comunidades, pessoas e associações de qualquer ponto do país a tomarem a iniciativa de concretizarem ações semelhantes à que nos propomos realizar.

Quanto a nós, desejamos convidar todos os que queiram participar na vigília, católicos ou não, a terem presente a importância da ‘nova cultura’ referida pelo Papa Francisco: “Os esforços das famílias para poluir menos, reduzir os esbanjamentos, consumir de forma sensata estão a criar uma nova cultura. O simples facto de mudar hábitos pessoais, familiares e comunitários alimenta a preocupação pelas responsabilidades não cumpridas pelos sectores políticos e a indignação contra o desinteresse dos poderosos”. (LD, 71)

Este é o tempo de reafirmar o nosso compromisso na defesa de um planeta amigo da vida e de exigir dos responsáveis políticos reunidos no Dubai “compromissos eficazes que possam ser monitorizados de forma permanente (…) fórmulas vinculantes de transição energética que tenham três características: eficientes, vinculativas e facilmente monitoráveis, a fim de se iniciar um novo processo que seja drástico, intenso e possa contar com o empenho de todos”. (LD, 59)


A COP28 é a designação mais usada para referir a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas que terá lugar no Dubai, de 30 de novembro a 12 de dezembro de 2023.

Related Images:

Valorizamos a opinião dos nossos leitores...

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: